Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2016
Imagem
E eu ainda espero não soar clichê, mesmo dizendo estar bem, até quando o peito tá tão apertado que mal respiro. Ainda espero não ser uma caricatura de mim, mesmo permitindo que não me levem a sério e que me vejam simplesmente como o cara que canta e bebe, que não sofre e nem se importa. Ainda espero não ter a vida igual  a de todo mundo, mesmo me pautando em cartilhas velhas que não fizeram e nunca farão ninguém feliz; vivendo ainda os dilemas dos meus avós. Ainda espero não ser medíocre, mesmo mentindo pra mim mesmo e tentando não amar quem amo e fingindo gostar de quem não me importa. Ainda espero não ser previsível, mas ainda luto por aprovação, imploro por atenção e quase rastejo por algum carinho. Ainda espero não ser parte deste absurdo, mas sou igualzinho a uma centena de outras pessoas nada admiráveis que conheço que desistiram de tantos sonhos grandes simplesmente por não serem capazes de se reconhecer na grandeza.


Em um  mundo perfeito, amar não envolveria nenhum grau de sofrimento.

A paixão

O extraordinário da vida não é estar apaixonado. A paixão é tão vulgar quanto qualquer pedra rua;
extraordinárias são as coisas que levam à paixão. Aquilo que semeia o sentimento e que é fabuloso, posto que simples. Um simplicidade dos mais complexos efeitos. A paixão pode destruir o juízo de um homem. A paixão pode promover as maiores mudanças do mundo. A paixão corrompe ou eleva. Nos torna leais ou nos torna ardilosos. A paixão tem o poder de um deus...Um  deus nascido de nada mais que um pedaço de pele, de um cheiro, de um toque. De uma lembrança boba e de um sorriso. Uma mudança de tom, um olhar, da interpretação de um gesto ou de algo que mal foi dito...
   A paixão pode nascer de um punhado de lembranças que não enchem a palma da mão, mas que podem destroçar ou fazer nascer todo um mundo.

O melhor super-poder

Eu tenho  buscado a felicidade desse jeito meio burocrático. E isso cansa. Acostumei a acreditar que estar bem depende de uma série de concessões, conquistas, esquemas e arranjos complexos. Muito esforço, muito estudo, muito cálculo... e sorte!
Mas ultimamente tenho podido observar de perto uma pessoa que me inspira.
É feio admitir uma atitude vampírica dessas, mas eu tenho bebido um pouco da energia dessa pessoa. Uma cachaça que eu  realmente aprecio.
Pois todo mundo fica satisfeito em ter a comida que gosta. Essa pessoa fica Feliz.
Todo mundo fica animado em ouvir a música que gosta. Essa pessoa entra em transe.
Todo mundo fica contente em encontrar alguém que admira. Essa pessoa se apaixona.
E eu, enquanto encaro aquele olhar que brilha ao contar qualquer história, fico pensando que, se eu pudesse ter um super poder, eu só gostaria de ser capaz de ver o mundo com aqueles olhos. Ao menos por um tempo...
                     Não seria fantástico??