Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2018

Lá e de volta.

Imagem
Eu voltei para casa. Para os laços que construí. Sorvo com familiaridade e estranheza estes cheiros e sabores. Eu deito meus olhos sobre estas paisagens com uma tranquilidade e uma melancolia ímpares. De alguma maneira me sinto oprimido embora me sinta maior...ou é tudo que eu conhecia que ficou menor? Eu inicio um processo onde eu volto a caber nesta vida. Vida que eu amo. Lugares que eu amo. Pessoas que eu amo... Mas estes, os meus amados, os meus amores, já não são os únicos. Nem sei bem onde acaba minha casa, se é que acaba... Penso no que são lares, fronteiras, destinos. Penso... Como é duro ser um só quando há tanto amor para se colher no mundo. E o que será a saudade a partir de agora? Vou me aconchegando nos melhores abraços, rindo os melhores risos. Aqui eu sou tão eu e sou tão estranho. O eu original mas com novos olhos. Duas semanas em casa e eu mal respirei, mas suspirei... tanto! Ainda tem tanta saudade para matar, tanta para sentir... Eu partí, um dia, para ser feliz..…

You are a mess

Imagem
"Você é uma bagunça", me disse um amigo no outro dia, após tentar entender que rumo eu vou tomar na vida ao voltar pro Brasil.
 "You are a mess", foi exatamente o que ele falou ao concluir que meu plano não segue uma linha objetiva ou nem mesmo parece um plano, na verdade.   Eu ri. Não me senti ofendido e tão pouco orgulhoso. Apenas me divertiu perceber que alguém é capaz de me simplificar ao ponto de me enquadrar com perfeição numa só palavra. Logo eu, que me pretendo tão misterioso e complexo.
  Como eu falei antes, não senti orgulho, mas senti sim uma certa satisfação.   Saber alguma verdade inquestionável sobre nós mesmos é algo poderoso mesmo qie não seja bonito.  E eu realmente sou isso.  Pensando agora, mesmo na infância a minha vida já não andava muito nos trilhos.    Sou mais um como tantos outros (incontáveis outros, eu diria) que crescem tentando encontrar um chão firme para cravar raízes enquanto lutam para ajustar sua existência a um mundo que parece …